• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • hospital
  • resgate 5
  • Dr André
  • posse
  • ouvidoria página externa II
  • Rua Arnaldo Sussekind- II
  • veneno
  • Ação Integrada: trabalhadores egressos e vulneráveis à exploração do trabalho escravo concluem cursos
  • Dia Mundial da Luta Contra os Agrotóxicos terá reunião de Fórum Estadual e Roda de Conversa em Cuiabá
  • MPT consegue liminar contra BRF após empregado de empresa prestadora de serviço perder dois dedos em acidente
  • Comitê de Ações Afirmativas aprova destinação de quase um milhão a 15 novos projetos sociais
  • Operação conjunta resgata três trabalhadores e um adolescente de carvoaria
  • Empresa prestadora de serviço de Cuiabá é condenada por não cumprir cota legal para contratação de pessoas com deficiência
  • MPT participa de painel sobre Política de Aprendizagem Profissional no Tribunal de Justiça de Mato Grosso
  • MPT em Mato Grosso realiza evento "Perspectivas de Gênero, Raça e Diversidade e suas Interseccionalidades"
  • Acordo encerra processo que promoveu melhorias para os trabalhadores da coleta de lixo de Sorriso
  • Campanha “#NossoLugarÉLegítimo” será lançada pelo MPT
  • MPT abre inscrições para o curso: Conselheiros Tutelares: Importantes Atores no Combate ao Trabalho Infantil - Edição VII
  • MPT ajuíza ação contra fazenda de Diamantino por risco a trabalhadores que aplicam agrotóxicos
  • Procurador-chefe do MPT em MT toma posse em Brasília
  • MPT consegue liminar contra empresa que atua na coleta de lixo em Cuiabá
  • Ouvidoria do MPT em Mato Grosso
  • MPT, MPF e MPE ajuízam ação para proibir uso do glifosato em MT
  • Dos quadrinhos para as telas: MPT lança desenho animado sobre trabalho infantil
  • Documentário “As recicláveis” destaca a necessidade de contratação de cooperativas de catadores
  • Em ato simbólico, MPT e Município de Cuiabá homenageiam jurista e trabalhador rural assassinado
  • Entidades divulgam Nota de Apoio a projetos de lei sobre aplicação e tributação de agrotóxicos
  • Campanha criada pela ANPT quer a valorização do Ministério Público do Trabalho
  • MPT lança Manual de Boas Práticas para promoção de igualdade de gênero no trabalho

Comitê de Ações Afirmativas aprova destinação de quase um milhão a 15 novos projetos sociais

27/11/2019 - Quinze projetos sociais foram aprovados e irão receber um total de 958,5 mil reais destinados pelo Comitê Interinstitucional Gestor de Ações Afirmativas, composto por membros indicados pelo Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso, Ministério Público do Trabalho (MPT/MT) e Ordem dos Advogados do Brasil.

Os projetos, aprovados durante a 17ª reunião do Comitê, realizada neste mês, foram apresentados por órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos, que desenvolvem ações que beneficiam a sociedade. Os recursos repassados são oriundos de multas, condenações por dano moral coletivo, pagamentos de multa por descumprimento de Termo de Ajustamento de Conduta e de aplicação de astreintes em processos coletivos.

Entre as deliberações do Comitê, foi aprovada a aquisição de brinquedos para duas creches municipais de Cláudia, no valor de 35,6 mil reais. As crianças da Escola Municipal Reino Encantado, de Nova Monte Verde, também foram beneficiadas com 9,6 mil reais para compra de brinquedos para o parque infantil da unidade.

O Hospital Santa Marcelina, de Sapezal, foi contemplado com a aprovação de cinco projetos, totalizando 249 mil reais. Entre eles, os que visam a aquisição de mesa cirúrgica, duas camas motorizadas de estabilização para UTI, dois aparelhos de fototerapia para o berçário, um veículo, uma cama para parto humanizado e uma máquina de lavar.

Também foi contemplado o projeto Ribeirinho Cidadão, que leva ações de cidadania, saúde e educação para a população que vive nos locais mais distantes do Pantanal. Com o valor de 171,6 mil reais, serão adquiridos óculos para serem distribuídos após a realização das consultas oftalmológicas.

A Pastoral do Migrante de Cuiabá teve um projeto de 63,6 mil reais aprovado durante a reunião. O valor será utilizado para adquirir 300 cestas básicas e 100 colchões, que darão mais conforto a migrantes das mais diversas nacionalidades, principalmente haitianos e venezuelanos, atendidos pela entidade.

Foi aprovado ainda o valor de 64,4 mil reais para construção de 800 metros de cerca na Associação Fraterno João Gabriel, um centro de convivência para idosos de Cáceres. Já a APAE de Pontes e Lacerda teve três projetos contemplados, no total de 219,4 mil reais. Os valores serão usados na compra de um veículo, utensílios para cozinha e materiais para eventos de geração de renda.

A destinação por meio de um Comitê visa não só dar maior transparência como também busca facilitar a aplicação dos valores localmente, na própria comunidade afetada pelo desrespeito à legislação do trabalho.

Informações: TRT 23

Imagens: Reprodução/Internet

Imprimir

  • banner abnt
  • banner transparencia
  • banner pcdlegal
  • banner mptambiental
  • banner trabalholegal
  • banner radio
  • Portal de Direitos Coletivos