• Procuradorias

Abrangência da PRT 23 - Cuiabá

Acorizal, Alto Paraguai, Arenápolis, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Denise, Diamantino, Jangada, Nobres, Nortelândia, Nossa Senhora do Livramento, Nova Marilândia, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Olímpia, Rosário Oeste, Santa Rita do Trivelato, Poconé, Porto Estrela, São José do Rio Claro, Santo Afonso, Santo Antônio do Leverger, Tangará da Serra, Várzea Grande.

Araputanga, Cáceres, Campos de Júlio, Comodoro, Conquista D'Oeste, Curvelândia, Figueirópolis D'Oeste, Glória D'Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari D'Oeste, Mirassol D'Oeste, Nova Lacerda, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu, São José dos Quatro Marcos, Sapezal, Vale de São Domingos e Vila Bela da Santíssima Trindade.

 

Imprimir

Procuradores Lotados na PRT 23 (Cuiabá)

PROCURADOR-CHEFE

MARCEL BIANCHINI TRENTIN

 

PROCURADORES DO TRABALHO

ANDRÉ CANUTO DE FIGUEIRÊDO LIMA

ANTÔNIO PEREIRA NASCIMENTO JÚNIOR

BRADIANE FARIAS RIBEIRO LIMA

FRANCISCO BRENO BARRETO CRUZ (da PTM de Cáceres, temporariamente transferida para a Sede)

JÉSSICA MARCELA SCHNEIDER 

LYS SOBRAL CARDOSO 

RAFAEL MONDEGO FIGUEIREDO

THAYLISE CAMPOS COLETA DE SOUZA ZAFFANI  

 

Imprimir

MPT consegue liminar contra JBS de Água Boa por risco de acidente envolvendo amônia

O MPT ainda pede a condenação definitiva do frigorífico e R$ 5 milhões de indenização por danos morais coletivos

21/10/2016 - O Ministério Público do Trabalho (MPT) obteve liminar que obriga a JBS de Água Boa a adotar, em 60 dias, uma série de medidas para garantir a saúde e a segurança dos trabalhadores da planta. Uma das principais obrigações diz respeito à implementação de mecanismos para detecção precoce de vazamentos de amônia. O MPT ainda aguarda a condenação definitiva da empresa, detentora das marcas Friboi e Seara, e a fixação de indenização por danos morais coletivos, pleiteados em R$ 5 milhões.

Continue Lendo

Imprimir