• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Institucional
  • Instituições são contra proposta de extinção ou fusão do Ministério do Trabalho
  • gefron
  • rafael paint
  • pastoral 2
  • agrotoxico
  • País gastou R$ 80 bilhões em benefícios acidentários de 2012 até hoje
  • MPT abre inscrições para estágio na área de Tecnologia da Informação
  • Empresa de Sapezal é condenada em ação do MPT por irregularidades no trabalho em altura
  • MPT vai apurar acidentes ocorridos com máquina de embalagem em panificadora
  • Audiência pública debate impactos dos agrotóxicos em Mato Grosso
  • MPT entra na Justiça contra empregador que descumpriu três TACs desde 2015
  • Campanha criada pela ANPT quer a valorização do Ministério Público do Trabalho
  • Trabalho Infantil é tema de palestra em faculdade em Sinop
  • MPT participa de seminário em Alta Floresta e debate direitos das mulheres
  • Empregado submetido a condições degradantes de trabalho por mais de 10 anos consegue reparação na Justiça
  • MPT-MT tem novo horário de funcionamento
  • Parceria entre MPT e Sesp viabiliza pontos de monitoramento com câmeras OCR para intensificar fiscalização na fronteira
  • MPT lança Manual de Boas Práticas para promoção de igualdade de gênero no trabalho
  • MPT quer garantir cumprimento de normas de saúde e segurança em supermercados de Cuiabá e VG
  • MPT em Mato Grosso tem novo procurador-chefe
  • Parceria entre MPT e Escritório da ONU viabilizará reforma do Centro de Pastoral para Migrantes de Mato Grosso
  • MPT e IFMT firmam parceria para implantar projeto de fazenda agroecológica
  • Grupo econômico familiar de MT é condenado a pagar R$ 6 milhões por trabalho escravo

Instituições são contra proposta de extinção ou fusão do Ministério do Trabalho

Em nota, MPT, ANPT, Anamatra, Coleprecor e Abrat destacam a importância da pasta

12/11/2018 -O Ministério Público do Trabalho (MPT) e outras quatro instituições redigiram nota contra proposta de extinção ou fusão do Ministério do Trabalho, divulgada recentemente pela mídia nacional. O documento destaca importância da pasta, que combate o trabalho infantil, escravo, regulamenta questões inerentes à segurança e à saúde no trabalho e promove ações de formação e desenvolvimento profissional. Além do MPT, assinam a nota Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra),  o Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor) e a Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat).

Fonte: PGT

Imagem: Internet

Imprimir

  • banner abnt
  • banner transparencia
  • banner pcdlegal
  • banner mptambiental
  • banner trabalholegal
  • banner radio
  • Portal de Direitos Coletivos