MPT obtém liminar contra JBS de Alta Floresta por assédio moral organizacional

19/07/2018 - O Ministério Público do Trabalho (MPT) obteve, na última segunda-feira (16), liminar contra a unidade da JBS de Alta Floresta. Não aceitar atestados médicos e impor regras que dificultem a entrega do documento no prazo estabelecido, deixar de conceder cestas básicas aos funcionários, mesmo em casos de faltas justificadas por atestado médico, e orientar supervisores a acompanharem consultas médicas, constrangendo e violando a intimidade dos empregados, são alguns dos graves problemas apontados pelo MPT na ação civil pública e que deverão ser imediatamente corrigidos pela empresa.

Imprimir

Resultado de pesquisa na Bacia do Juruena é divulgada em reunião do Fórum Mato-Grossense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos

Dados indicam a presença de resíduos na urina e no sangue de trabalhadores rurais e de professores, urbanos e rurais, dos três municípios pesquisados, e de produtos não autorizados para a cultura em que foram encontrados.

19/07/2018 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) sediou na semana passada reunião do Fórum Mato-Grossense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos. Na ocasião, foram apresentados resultados da pesquisa “Avaliação da contaminação ocupacional, ambiental e em alimentos por agrotóxicos na Bacia do Juruena”.

Imprimir

Empresas de transporte rodoviário são condenadas em R$ 500 mil por dispensas irregulares

12/07/2018 - A Justiça do Trabalho condenou as empresas Eucatur – União Cascavel de Transportes e Viação Nova Integração Ltda. ao pagamento de indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 500 mil. Com a condenação, as empresas estão obrigadas a adotar imediatamente, em todos os estabelecimentos situados em Mato Grosso, medidas para acabar com o abuso do poder empregatício.

Imprimir

MPT participa de audiência pública para debater igualdade salarial entre homens e mulheres

09/07/2018 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) participou, na última terça-feira, da audiência pública “Trabalho igual, salário igual”, realizada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso em parceria com a Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais - BPW Cuiabá. Na ocasião, a procuradora do Trabalho Ludmila Pereira Araújo falou sobre a atuação do MPT na luta pela igualdade de oportunidades e pela eliminação da discriminação no mercado de trabalho.

Imprimir