• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • ouvidorianovo
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Confira o funcionamento do MPT em Mato Grosso
  • Saiba como acionar o plantão do MPT em Mato Grosso
  • Cadastro de órgãos e entidades que poderão ser beneficiados com destinações do MPT em Mato Grosso
  • Coronavírus: veja aqui as notas técnicas e as recomendações do MPT
  • Ouvidoria do MPT divulga cartilha com características e informação sobre seu funcionamento

MPT-MT promove cerimônia de premiação dos(as) vencedores(as) do MPT na Escola 2022

07/11/2022 - O Ministério Público Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) realizou, na última quarta-feira (26), cerimônia de premiação dos(as) vencedores(as) da etapa estadual do Projeto MPT na Escola 2022, no auditório da sede da Procuradoria Regional do Trabalho da 23ª Região (PRT23), em Cuiabá.

Estiveram presentes o procurador-chefe Danilo Nunes Vasconcelos; o procurador do Trabalho André Canuto, coordenador regional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância); representantes das Secretarias Municipais de Educação dos municípios participantes; professores(as); estudantes; e pais e mães de alunos(as) premiados(as).

 

Cerimônia

A abertura do evento foi realizada pelo Coral Canto & Encanto, formado por crianças entre 4 e 10 anos, e emocionou os(as) presentes no evento. A seguir, o procurador-chefe do MPT-MT enfatizou a importância do MPT na Escola, que “se insere em um projeto mais amplo que é o Resgate à Infância, da nossa curadoria temática, que trata do combate ao trabalho infantil e à proteção ao trabalho adolescente utilizando-se de uma ferramenta, que para mim é a mais poderosa de todas: a educação”, afirmou. “É um projeto que reflete o mandamento constitucional, com a atuação conjunta do Estado, da sociedade e das famílias em prol da proteção dos direitos da criança”, finalizou.

O procurador do trabalho André Canuto, coordenador do projeto em Mato grosso, agradeceu às crianças, aos adolescentes e a todos(as) os(as) representantes presentes dos municípios que aderiram à iniciativa. “Eu diria que o trabalho do MPT é o menor de todos na execução desse projeto. Em âmbito nacional, tivemos a maior participação de municípios e alunos e estudantes de toda a história do MPT na Escola, apesar de estarmos em cenário de saída da pandemia, de dificuldades do setor da educação, com cortes orçamentários. Isso mostra que o engajamento e a importância que é dada à educação não estão apenas no discurso”, enfatizou.

Após a entrega das placas e medalhas aos(às) vencedores(as), foi realizada a entrega dos certificados aos(às) professores(as) responsáveis pelo projeto nas escolas. O coordenador da Coordinfância encerrou o evento agradecendo a dedicação dos(as) profissionais de educação envolvidos(as) no projeto. “Toda justiça é social. O Ministério Público só existe em virtude e para a sociedade. Atuamos em função da justiça, e quando conseguimos dialogar com estudantes, professores e comunidade escolar, percebemos que estamos fazendo valer nossa necessidade de atuação em favor da justiça”, concluiu.

Ao final, a dupla de humor regional Nico e Lau se apresentou em um momento de descontração e, em seguida, foi oferecido coffebreak aos convidados.

 

Emoção

A mãe de Marcos Olivier, aluno de Cuiabá que teve sua redação premiada em primeiro lugar, participou do projeto em 2004 e também teve, na ocasião, sua redação premiada. Ela, que tinha 12 anos à época, assim como o filho tem hoje, lembra com emoção do momento. “Foi muito gratificante. Ganhei em Cuiabá e representei o Centro-Oeste na etapa nacional. Levamos o Termo de Erradicação do Trabalho Infantil para os governantes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e para o Presidente da República assinarem”, lembra.

Ela conta que foi um momento de muita felicidade saber que a escola do filho participaria do projeto. “Mostrei para ele a minha redação e pedi que desse o seu melhor. Quando ele ganhou o primeiro lugar, me emocionei mais do que ele. Sei o quanto é maravilhoso esse sentimento e o quanto o projeto é grandioso e importante na luta contra o trabalho infantil”, afirma.

 

O Projeto

A erradicação do trabalho infantil no Brasil é uma das metas institucionais do MPT. Sob o lema “A Escola no Combate ao Trabalho Infantil”, o MPT na Escola 2022 visa a incluir, na proposta pedagógica e no currículo das escolas municipais do ensino fundamental, assuntos relativos aos direitos e deveres das crianças e dos adolescentes, a fim de fortalecer a rede de proteção e atingir toda a comunidade escolar, dando a devida importância e visibilidade à temática. Neste ano, 113 escolas públicas urbanas e rurais, distribuídas em 15 municípios de Mato Grosso, participaram do projeto.

Trata-se de iniciativa estratégica do Projeto Resgate à Infância, Eixo Educação – há, ainda, os eixos Profissionalização (aprendizagem) e Políticas Públicas (articulação da rede de proteção municipal) –, que busca combater o trabalho infantil por meio da prevenção. A ideia é criar meios para despertar uma consciência coletiva que consiga romper com as barreiras culturais que naturalizam e perpetuam o trabalho infantil.


Vencedores

O prêmio é dividido em dois grupos. O primeiro conta com alunos(as) do 4º e 5º anos do ensino fundamental, sendo as produções sobre trabalho infantil. O segundo grupo, de estudantes de 6º e 7º anos do ensino fundamental, deve abordar a aprendizagem profissional/profissionalização do adolescente. Os trabalhos são divididos, ainda, em quatro categorias: conto, poesia, música e desenho.

Os municípios participantes foram Jaciara, Diamantino, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Araguaiana, Água Boa, Gaúcha do Norte, Alto Araguaia, Primavera do Leste, Várzea Grande, Cuiabá, Alta Floresta, Nova Mutum, Santa Rita do Trivelato e Cáceres.

 

GRUPO 1

CONTO

1º Sthéfany Dal Santo / Santa Rita do Trivelato 

2º Maria Clara Roskoski / Diamantino

3º Davi Henrique da Silva Matiello Araújo / Lucas do Rio Verde

 

DESENHO

1º Alice Coutinho da Cruz / Diamantino

2º Empate: Ana Vitoria Castro Silva / Araguaiana e Emilly Fernanda Magalhães Costa / Sorriso

 

POESIA

1º Kaick Figueiredo Alves / Lucas do Rio Verde

2º Marcos Olivie Redher Alves / Cuiabá

3º Mel Ledur Hortêncio Silva / Nova Mutum

 

MÚSICA

1º Ana Carolina da Silva Santos / Araguaiana

2º Ana Julia Carvalho de Magalhães / Nova Mutum

3º Ana Suri Lemes Ribeiro / Cuiabá

 

GRUPO 2

CONTO

1º Maria Eduarda Silva Alves e Otávio Cassuba Hoepers / Santa Rita do Trivelato

2º Rhianny Lemes de Jesus / Várzea Grande

 

DESENHO

1º Maria Eduarda Linda Ramos de Oliveira / Várzea Grande

2º Maria Eduarda Lima de Almeida e Luana Dal Salto / Santa Rita do Trivelato

3º Guilherme de Oliveira Silva / Nova Mutum

 

POESIA

1º Danielle Cella / Nova Mutum

2º Bruna Ferron Pavan e Isabelli Freitag / Santa Rita do Trivelato

3º Maria Eduarda Linda Ramos de Oliveira / Várzea Grande

 

MÚSICA

1º Maria Fernanda Gonçalves Ribeiro / Nova Mutum

 

Assessoria de Comunicação ∣ MPT-MT
Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso
65 3613.9100 ∣ www.prt23.mpt.mp.br
Instagram @mptmatogrosso ∣ Twitter: @MPT_MT
Facebook: MPTemMatoGrosso

 

 

Imprimir

  • banner abnt
  • banner transparencia
  • banner pcdlegal
  • banner mptambiental
  • banner trabalholegal
  • banner radio
  • Portal de Direitos Coletivos